quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Longe Dele

1 – o dia sem ele passa terrivelmente devagar;
2 – mas poderia esperá-lo por toda vida;
3 – a distância só deixa mais claro o quanto o amo;
4 – dois dias que parecem eternos;
5 – amanhã essa angústia acaba;
6 – é um exagero, mas dois dias sem ele é muito;
7 – já olhei as nossas fotos;
8 – já fiz um álbum chamado “l´amour”;
9 – já vi filmes, ouvi músicas, varri a casa;
10 – conversei com as gatas e aguei as plantas;
11 – saudade é coisa estranha
12 – ao mesmo tempo que te deixa triste te deixa feliz;
13 – já vim para o trabalho;
14 – já corri 9 km no parque;
15 – já tomei banho demorado;
16 – já lavei os cabelos;
17 – e as horas simplesmente não passam...
18 – tudo que faço é pensar no momento de vê-lo outra vez
19 – nos abraços, beijos e carinhos...
20 – tudo que faço é querer que as horas passem.
21 – eu sei, eu sei... é exagero!
22 – mas como explicar para o meu coração?
23 – como fazê-lo entender que isso é tão irracional?
24 – são apenas dois dias e isso não é o fim
25 – mas meu coração não quer nem saber dessa coisa de racional
26 – só faz doer de saudade
27 – exagerado e egoísta!
28 – eu digo para ele: são DOIS dias!
29 – e ele responde: 48 horas!
30 – pensa um pouco mais e diz: 2880 minutos!!
31 – 172.800 segundos!!!!
32 – e pelo jeito vou contar cada um deles...
33 – me desespero!
34 – ahhhh! um bom dia com eu te amo no meu scrapt!
35 – me distraio um pouco com isso...
36 – mais tarde um recadinho “saudades amor da minha vida” no msn...
37 – eu perco alguns minutos olhando na tela o recado que ele deixou antes de sair
38 – 24 horas já foram... faltam só mais 24!
39 – e lá vou eu: ir p/ trabalho, varrer a casa, ouvir música, mexer na net...
40 – tudo de novo para ver se paro de contar os 86.400 segundos que faltam.

Saudades do meu amor


terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

La Vie en Rose - Edith Piaf

Tradução:
Olhos que fazem baixar os meus
Um riso que se perde em sua boca
Ai está o retrato sem retoque
Do Homem a quem eu pertenço
Quando ele me toma em seus braços
Ele me fala baixinho
Vejo a vida cor-de-rosa
Ele me diz palavras de amor
Palavras de todos os dias
E isso me toca
Entrou no meu coração
Um pouco de felicidade
Da qual eu conheço a causa
É ele pra mim, eu pra ele na vida,
Ele me disse, jurou pela vida.
É assim que eu o vejo
Então sinto em mim
Meu coração que bate
Noites de amor que não acabam mais
Uma grande felicidade que toma seu lugar
Os aborrecimentos e as tristezas se apagam
Feliz, feliz até morrer....

Porque a vida é mesmo rosa desde que o Diego chegou!