quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Vertigem

Vertigem – d´OS GÊMEOS
Local: FAAP
Quando: Até 13/12

Nascidos em 1974, em São Paulo, os gêmeos idênticos Gustavo e Otávio começaram sua trajetória na street art em meados dos anos 1980, retratando as culturas regionais do Brasil nos muros de São Paulo. O trabalho da dupla está ligado a sua vivência na cidade, o grande melting pot cultural brasileiro. Centrada na construção de um imaginário próprio e peculiar, sua obra mescla elementos do folclore nacional com outros ligados ao desenvolvimento da arte nascida nas ruas. As telas seguem a tradição do retrato, com personagens centrais em padrões multicoloridos e envoltos numa aura surreal. As instalações oníricas incorporam carros, barcos e bonecos cinéticos gigantes à pintura de parede em grande escala.
Em 1993, OSGEMEOS começaram a participar de mostras coletivas. Seis anos depois, suas criações entraram para o cenário internacional da arte urbana contemporânea, e também do circuito comercial, no Reino Unido, França, Alemanha, Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Holanda, Cuba, Japão, China, Austrália e nos Estados Unidos, onde são representados pela Deitch Projects, a mesma galeria de Keith Haring e Jean-Michel Basquiat.
Em 2007, OSGEMEOS foram convidados a pintar o castelo histórico de Kelburn, em Ayrshire, um dos mais importantes da Escócia. Em 2008, a dupla pintou a famosa fachada, às margens do Tamisa, do prédio da Tate Modern de Londres, templo da arte contemporânea internacional. Em junho deste ano, eles coloriram, em Nova York, o grande muro pintado por Keith Haring em 1982, que imortalizou o cruzamento da Bowery com a Houston. O trabalho, uma homenagem ao 50º aniversário do artista, rendeu à dupla excelente crítica de Roberta Smith no NY Times: “Um mural fantástico e épico; um sonho de felicidade traçado à melancolia. Realismo mágico”.
Impressões:Toda a exposição é linda, tocante e nos remete à algum lugar mágico, que para mim é o clipe do Smashing Pumpkins – Tonight Tonigh... tem as mesmas fantasias, as mesmas magias. O caleidoscópio gigante é o máximo, adorei me tornar parte dele. O farol, O Glamour de um carrinho são um espetáculo, mas o que realmente me tocou foi um cômodo mobiliado, que mexeu com todos os sentido: você pode se sentar no confortável sofá, enquanto vê os vídeos e ouve a belíssima “Mad Word” na voz do Gary Jules, enquanto reflete sobre sua vida. Adorei!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Encontros e Despedidas

Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço, venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero
Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir
São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro
É também de despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida.

Milton Nascimento


http://www.youtube.com/watch?v=HxVQlk5XeII

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

A bagunça é sua, você arruma!


Todas as pessoas, no fundo querem alguém que as ajude a carregar suas pedras, mas às vezes, essa ajuda será apenas alguém dizendo: “sinto muito, mas isso é algo que você precisa fazer sozinha, afinal tenho minhas próprias pedras para carregar”.

Engraçado é que quando isso acontece e você se dá conta de que vai mesmo ter que arregaçar as mangas e ir à luta sem escoras, sem trapaças, sem conselheiros e principalmente sem ajuda alguma, você acaba descobrindo que dá conta do recado.

Isso acontece comigo toda vez que eu estou atolada em problemas e resolvo pedir “ajuda”, às vezes, faço isso indo à Feesp e lá sempre me mandam assistir palestras e quando estou assistindo às palestras sempre me dou conta de que meus problemas são ridículos perto dos problemas de outras pessoas. Deve ser por isso que o Jack, personagem do Edward Norton em Clube da luta, gostava tanto de frequentar sessões de auto ajuda. Quando você percebe que existem problemas tão maiores do que os seus, você toma coragem de enfrentar logo o que precisa ser enfrentado e para de adiar as decisões.

No fundo o que a gente tem é preguiça e falta de coragem de sair da zona de conforto, mas quando você decide agir, as coisas acabam meio que se resolvendo por si só.
Hoje eu estou com um baita problemão, daqueles de tirar a paz mesmo, e além desse maiorzinho, tenho uma porção de outras encucações mais levinhas... e eu fiz de novo! Estou há dias pisoteando o meu problema, me lamentando e chorando sobre ele, em repetidas cenas patéticas. Hoje me dei conta de que estou de novo naqueles momentos em que você não sabe o que fazer e fica querendo que o mundo todo te entenda e te diga: “faça isso!”, quando na verdade eu só preciso de coragem para fazer algumas coisas que tenho que fazer.

Às vezes, a resposta que te dão não é exatamente aquela que você quer ouvir, mas certamente é a que você precisa ouvir. E não vai adiantar alegar cansaço, sabe?
O Universo não ta nem ai para o seu cansaço... você vai ter mesmo que arrumar sozinha a bagunça que você esparramou, hurf! E não adianta fazer corpo mole... a bagunça é sua, você arruma!

Então, desculpem-me, mas vou andando. Tenho uma bagunça bem chata para arrumar, vai tomar um pouco o meu tempo, vai me deixar talvez ainda mais cansada, mas quem sabe eu volte mais feliz daqui algum tempo com aquela sensação típica de dever cumprido.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Eles - os excêntricos!

1 – Ele veio para ficar três dias, mas acabou ficando dez;
2 – Ele nunca quer ir embora, mas ele precisa ir;
3 – Ela nunca quer que ele vá embora, mas precisa deixar;
4 – Eles viram o filme do Michael e decidiram que o amam ainda mais;
5 – Eles jantaram sozinhos no lugar onde a Kris ia dançar e ficaram fingindo que ela estava lá;
6 – No domingo ele teve preguiça de ir à exposição do Pequeno Príncipe;
7 – Ficaram o dia todo na cama;
8 – No feriado ele ficou “doente”, mas na verdade não queria ir embora;
9 – Ele disse: “amor, me pede para ficar?”
10 – Ela disse: “mas e o seu estágio e a prova da faculdade?”
11 – E ele respondeu: “ahhh, me pede para ficar?”
12 – Ela pediu para ele ficar.
13 – E ele ficou...
14 – Compraram um atestado na Praça da Sé... uma semana, coisa mais fácil não há!
15 – Então eles jogaram Skip-bo com a Karla, a Bia e o Vi até altas horas;
16 – Na terça ela chegou atrasada no trabalho, veio almoçar mais cedo e voltou mais tarde e depois saiu mais cedo ainda do trabalho...
17 – Então eles foram no Ibirapuera e fotografaram mais um lindo por do sol;
18 – Na quarta ela fez o mesmo no trabalho...
19 – Fizeram carteirinhas no SESC e agora eles podem refrescar a bunda na piscina;
20 – Fazia 33 graus em Sampa e ele ficou gripado;
21 – Ela cuidou da gripe dele com muitos beijos e dengos...
22 – O chuveiro deles queimou e ela o fez tomar banho de balde por dois dias até consertarem;
23 – Resolveram assistir (de novo) todos os episódios de Friends das dez temporadas;
24 – E o que ela mais gostou na sessão foi da gargalhada dele ecoando pela casa;
25 – Na quinta ela amanheceu gripada e voltou do trabalho ao meio dia;
26 – Ele cuidou da gripe dela com muitos beijos e dengos...
27 – Na sexta ela amanheceu ainda mais dodói...
28 – Ela surtou, ele cuidou dela e em alguns minutos estava calma como nunca...
29 – É por isso que ela o ama tanto, ele devolve a paz a ela;
30 – Eles limparam a casa juntos e apesar dela estar doente isso nunca foi tão divertido;
31 – E ele continuou cuidando dela;
32 – Encerraram o dia com mais uma sessão de Friends;
33 – No sábado ele amanheceu chatinho e ela cuidou dele... conversaram e tudo ficou bem;
34 – É por isso que ele a ama tanto, ela devolve a paz a ele;
35 – Ele dormiu a tarde toda, ela saiu para tomar um ar...
36 – Ele acordou bem e fizeram um jantar especial... tomaram vinho e dormiram alegrinhos;
37 – No domingo ela acordou cedo e foi ao parque, mas ela sentiu uma saudade terrível dele e ligou para ele ir busca-la e ele foi;
38 – Tomaram café no Frans e ela fez uma incrível descoberta sobre ele... e ele ficou feliz demais por ela saber mais sobre ele do que ele mesmo... e então comemoraram muito isso... mais felizes do que nunca;
39 – Ela queria muito que ele visse, então andaram léguas atrás do filme Big Fish e ele realmente amou demais o filme, exatamente como ela previa.
40 – Ele tinha que ir embora, mas resolveu deixar para a manhã seguinte, então mais uma vez dormiram abraçadinhos no final do domingo.