terça-feira, 30 de abril de 2013

Amamentar é Preciso!

Amamentação!


Deve ser sobre isso que se referia o poeta quando disse:



"ser mãe é padecer no paraíso!"

Amamentar só é simples e fácil nos folhetos das campanhas!
E nenhum folheto fala de pega correta, seios ingurgitados, bebê que só quer saber de chupetar, bebê que dorme no seio em vez de mamar, mamilos rachados, pediatras que falam que o bebê está passando fome e te mandam dar leite artificial como complemento, que por sua vez dão cólicas diabólicas nos pequenos...

Nenhum folheto fala que você vai ter que ter toda paciência do mundo, insistir, persistir à exaustão, gastar um monte de dinheiro em pomadas e remédios, perder horas na madrugada acordando o bebê de 1 em 1 minuto para ele manter a frequência e mamar direito, manter a calma quando o choro estiver estridente de dor, que vai ter de tomar 4 litros de água, mesmo se não estiver com sede, tomar 15 minutos de sol todo dia nos seios, massagear e tirar o leite nos intervalos das mamadas e esse intervalo é de no máximo 3 horas, que seus mamilos vão arder quando tomar banho e secar com a toalha vai ser o seu maior sonho até tudo estar resolvido!

Mas, tudo isso vai valer a pena quando você estiver com aquele serzinho tão pequeno sugando seu seio e você se sentir parte do Universo sabendo que é você quem o está nutrindo e ele está recebendo o melhor que você pode dar à ele. Quando ver os olhinhos dele te olhando com tanto carinho enquanto mama...
Por mais complicado que seja não desista de tentar mais um pouquinho...
E se tiver que dar complemento, dê sem culpas, sem remorsos... Faça o que for melhor para ele. Afinal para produzir um leite de qualidade é preciso que a mãe esteja descansada, que coma em horários certos, alimentos certos, que tome muito líquido... e com um bebê com fome e mãe que não descansa, que não dorme e está sempre estressada jamais vai conseguir...

É melhor dar um pouco com qualidade, que o tempo todo sem qualidade nenhuma!

Amamentar o seu filho é uma prova de amor e resistência!


quarta-feira, 24 de abril de 2013

Super Mãe!

1 - Acorda todos os dias às 06:30, menos de três horas depois de ter conseguido dormir novamente;
2 - Dá de mamar de 3 em 3 horas religiosamente;
3 - Consegue manter a casa em ordem, mesmo cuidando do bebê com crises de cólicas ao menos 2 vezes ao dia;
4 - Dá 15 minutos de banho de sol no bebê;
5 - Dá banho no bebê, todos os dias às 08:30 e as 16:00; 
6 - Toma 15 minutos de sol nos seios para não rachar os mamilos;
7 - Lembra de comer, coisas saudáveis e que não dê cólicas no pequeno, de 3 em e horas;
8 - Lembra de tomar os remédios, seus e do bebê, no horário;
9 - Não esquece as consultas em lugares diferentes, em datas diferentes e em horários diferentes e ainda adapta a rotina para comparecer a tudo!
10 - Lava as roupinhas do bebê separado;
11- Depois lava, passa, cozinha e ainda prepara comidinhas e congela para eventuais dias que não der para fazer isso no horário (como crises de cólicas do bebê, por exemplo);
12 - Faz bolo, gelatina ou qualquer outro agradinho de sobremesa que o maridinho gosta;
13 - Lembra de tomar ao menos 3 litros de água por dia;
14 - Lembra de tudo que precisa comprar no mercado;
15 - Faz feira às terças e mercado às quintas;
16 - Lembra o marido de tirar o lixo e trazer pão no final do dia;
17 - Prepara os seios e os massageia nos intervalos das mamadas;
18 - Consegue tomar um bom banho e ir ao toalete;
19 - Dá um jeito de estender a roupa;
20 - Dá água para as plantas;
21 - Cuida bem e não esquece de dar atenção ao marido e vice versa lógico - dar e receber é essencial;
22 - Responde e-mails, olha o face book e posta no blog;
23 - Dá um jeito de repousar - recomendação do médico (aproveita quando está amamentando);
24 - Mantém as coisas todas em ordem depois que a diarista vai embora;
25 - Não deixa louça e nem o fogão sujos;
26 - Coloca Enya para o bebê ouvir e dormir calminho;
27 - Cuida dos gatos;
28 - Não perde nunca o humor... Se mantém calmíssima mesmo nos momentos de crise;
29 - Faz isso tudo feliz da vida...
30 - E se sente realizada, pois é a vida que sempre quis!







segunda-feira, 22 de abril de 2013

Got Milk?

Tomás adora mamar!
E eu adoro amamentá-lo.

Outro dia ficou com a boquinha toda suja de leite. Me lembrou aquelas antigas campanhas dos anos 90 da "Got Milk?"


Lembram?





sexta-feira, 19 de abril de 2013

Tomás Chegou!

Ele Chegou!
Meu mocinho lindo chegou no dia 04/04/2013 e o presente não podia ser melhor. Ele nasceu exatamente no mesmo dia em que o meu amado avô Domingos faria aniversário. Tomás me devolveu a alegria, transformando essa data, que até então era tão triste para mim, por não ter mais o meu avô aqui para parabenizá-lo, em um dos dias mais felizes da minha vida.

Nascer nesse dia foi mesmo uma escolha dele. A bolsa rompeu no dia 3 a noitinha e após uma noite inteira tentando induzir o parto, o médico decidiu pela cesárea pela manhã.

Ele nasceu às 10h30 e é lindo demais! Um verdadeiro anjinho. A criança mais dócil e calminha que já vi em toda minha vida. Ele nasceu faltando 4 dias para 37 semanas, isso significa que ele nasceu prematuro tardio, porém extremamente saudável para idade dele. Por causa dessa prematuridade, precisamos ficar 4 dias em observação no hospital até ele completar 37 semanas e a gestação dele ser considerada à termo.

                                      
Mesmo sendo um prematuro tardio, Tomás nasceu com 49 cm e 3,350kg, tamanho e peso de um bebê de 40 semanas. Nessas duas primeiras semanas ele ainda precisou mamar bastante para não perder peso, engordar 1kg nesse primeiro mês e, assim, continuar saudável. Felizmente ele já nasceu sabendo a arte de mamar, foi muito elogiado pela equipe de amamentação lá do hospital. Abocanhou certinho desde a primeira vez. E como mama esse mocinho! Felizmente meu leite também desceu logo e bem farto, assim tudo o que tenho feito nessa vida é amamentar e engordar meu rapazinho, que está cada dia mais lindo e bochechudo.


Quanto a mim, estou me sentindo completamente plena e realizada! É maravilhoso ter nos braços um serzinho tão perfeito. Ele é um docinho, não dá um pingo de trabalho e tem se adaptado muito bem à nossa vida, à nossa casa. Diego e eu não poderíamos estar mais felizes.


Minha recuperação está sendo ótima, tenho uma cicatrização excelente e como me cuidei bem durante toda gestação engordei apenas 6,900kg o que me fez voltar rapidinho ao peso anterior. Antes de engravidar estava com 58kgs, após 7 dias do parto já estava com 57,200kgs. Isso tudo foi possível com uma alimentação balanceada, caminhadas leves e ter me mantido ativa até o final da gestação. Durante todo o pré natal, que fiz no Centro de Prevenção ao Diabetes - mantido pelo Hospital São Paulo em parceria com o SUS - fui acompanhada por uma equipe de nutricionistas, endócrinos, obstetras, fisioterapeutas, psicólogos e ginecologistas. 




Também fui acompanhada durante todo o pré natal e pós parto pela equipe do Mãe Paulistana. No hospital tive acompanhamento de uma equipe de amamentação e profissionais de várias áreas. Embora a internação de 4 dias tenha sido exaustiva, tudo correu muito bem. Agora é só curtir os queridos amigos que tem nos visitado, minha casa, meu maridinho e o meu filhotinho amado.



Quero agradecer todo o carinho que temos recebido e deixar um beijo bem grande para todos que nos acompanham.


segunda-feira, 1 de abril de 2013

Menos 36 semanas...


Em 36 semanas:

:: Estou me sentindo muito grávida! Tomás já está em posição de nascimento e isso faz com que eu sinta todos os tipos de pressão em lugares que eu nem sabia que existia;

:: Todos os dias alguém liga ou pergunta quando ele vai chegar e eu simplesmente não sei... Pode ser a qualquer momento e pode ser em um mês. O médico disse que ele está pronto e que no final de 36 semanas qualquer hora é hora,  que o normal é o bebê nascer em 40 semanas, mas que ele pode resolver atrasar e então pode nascer com 41 semanas;

:: Tenho comido mamão todos os dias... Antes nem ligava para isso, agora parece ser a fruta mais gostosa do mundo. Acho que o Tomás vai gostar muito de mamão;

:: Fiquei muito surpresa outro dia ao experimentar uma calça jeans de antes de engravidar. Não é que a danada, de cós baixo, serviu perfeitamente? Fiquei bem feliz, uma coisa menos para eu me preocupar depois que o bebê nascer. O fato de ter engordado apenas o peso do bebê, placenta e líquidos, será ótimo na minha recuperação. Até o momento engordei menos de 7 kgs;

:: Tomás já reconhece a voz do papai e gosta muito quando coloco músicas relaxantes para ele ouvir... Tenho feito isso todas as tardes, procuro deitar e relaxar ouvindo músicas clássicas ou celtas;

:: Essa semana pretendo colocar o restante da casa em ordem para facilitar bem as coisas quando voltar da maternidade. Mas estou bem lenta, uma coisinha por dia e vamos que vamos... 

:: Tomás soluça muito... Todo santo dia ele tem pelo menos umas duas crises de soluços... espero que ao nascer ele não tenha esse desconforto tantas vezes;

:: Tudo o que tenho feito agora é esperar! Não estou mais me arriscando a dirigir ou sair de casa sozinha. Semana passada passei um medão. Fui ao shopping pagar umas continhas, fui de bus e na volta comecei a sentir  cólicas e muitas contrações. O trânsito tava uma beleza e eu realmente senti um pânico, medo da bolsa estourar e eu estar sozinha na rua, sem a malinha do meu pequeno, sem estar preparada e ter que pegar um táxi e ir assim mesmo p/ maternidade. Depois disso agora não saio mais...

:: No outro domingo minhas queridas fizeram outro chá de bebê e foi muito legal passar esses momentos agradáveis com pessoas que gosto tanto;

:: As coisas do bebê estão praticamente todas prontas. A mala está feita, faltam apenas pequenas coisas do quartinho que não vou ter como ir atrás agora, então ficou para depois...

:: Nossa páscoa foi bem tranquila, ficamos em casa curtindo a barriga, descansando e passando  um tempo sozinhos... é bom ter esse tempinho só nosso, depois teremos um tempo longo com o bebê no centro de tudo e é bom podermos conversar, namorar, ver filmes  ou apenas ficarmos pertinho um do outro.

:: Eu estou me sentindo muito bem, mas não consigo ficar muito tempo de pé, caminhando ou sentada... preciso mesmo desse tempinho relaxada de pernas para cima.


Meu ovo de páscoa!